10 dicas importantes antes de começar a carreira de fotógrafo | Marcus Vinicius Pavan | Fotografia

10 dicas importantes antes de começar a carreira de fotógrafo

categorias: fotografia
tags: , , ,
publicado: 25/02/2021


 

Para quem está começando na área de fotografia, a sensação de desemparo e de insegurança, é grande. Você tem dúvidas sobre quais equipamentos deve escolher, em determinar o valor do trabalho, como divulgar seus serviços, etc. Eu, pra ser bem sincero, tive algumas questões. Mas, como “comecei” tarde na área, tinha um pouco de experiência em outros segmentos que me ajudaram ao migrar para a arte da fotografia!
 

Confira 10 dicas importantes antes de começar a carreira de fotógrafo:
 

1 – Que equipamento devo comprar?
 

Nunca uma dúvida foi tão recorrente como esta. Faça uma pesquisa, com fotógrafos profissionais, pergunte para vendedores de lojas especializadas. Recomendo que leve alguns dos principais fatores em conta, qualidade da lente, qualidade do sensor (CCD), preço, variedade de lentes para determinado modelo de câmera e valor de revenda. O resultado de imagem depende fundamentalmente da qualidade da lente e da qualidade do CCD, sites especializados comparam, informam e ajudam a escolha final.
 

2 – Lentes fixas ou zoom?
 

As lentes fixas, via de regra são caras (excluindo-se as 50mm que tem um preço bem camarada). Sendo assim, devemos investir com sabedoria. As fixas tem menor distorção, melhor construção, etc, e conseguem imagens com uma qualidade de tirar o folego. Porém, são limitadas no uso (para variar a distância focal você tem que mudar a lente e obviamente “se mexer” mais para frente para suprir a falta do zoom. Uma zoom muito versátil é a 24-120mm. Se você tem bom orçamento, compre um conjunto de lentes fixas. Mas se você quer mais agilidade e está com um orçamento menor, compre uma versátil lente zoom, e de preferência, a mais clara possível que seu dinheiro puder comprar.
 

3 – Proteja o equipamento
 

Saia da loja com um filtro UV equipado na lente. É uma proteção mecânica essencial para quem gastou uma fabula em um equipamento que tem mecânica de precisão e um cristal polido (os leigos chamam de vidro da lente). Para transporte, use uma bolsa mais profissional e com proteção como as malas de transporte. Se for viajar, gaste um pouco mais com as malas metálicas profissionais. Vale a pena!
 

4 – Acessórios básicos
 

– Flash portátil TTL com controle de potência manual e cabeça rotativa. Depois do uso óbvio de incluir luz extra, usar o flash portátil é um passo a mais na foto criativa;
– Extensor para flash portátil – na foto criativa, flash a 45 graus e fora da máquina aumentam a beleza das imagens de retratos;
– Monopod ou monopé – fácil de transportar, aumentará a qualidade das imagens;
– Tripé profissional – se curte fazer paisagens, certamente melhora em muito a estabilização da imagem e a nitidez. E para fazer fotos em situações de pouca luz;
– Cartões de memória – fique atendo a velocidade dos mesmos (classe). Quando mais rápido melhor. Não saia de casa sem duas ou mais unidades. Considere os de tamanho médio, de 32GBs, apesar que os cartões de 128 ou 64GB serem tentadores (em caso de perda equivale a colocar todos os ovos no mesmo saco);
– Cinta: se você faz eventos com duas câmeras compre o suporte (cinta) onde as câmeras ficam penduradas nas laterais;
– Iluminação portátil com LED: para uso em foto criativa;
– Filtros: do tipo ND para foto criativa, polarizador e graduado são legais e razoavelmente baratos;
– Baterias extras: dependendo do uso e autonomia considere a compra de duas ou mais baterias extra para a câmera;
– Pilhas extras: um jogo de baterias adicionais para o flash;
– Fotômetro – indispensável no estúdio com flashes profissionais.
 

5 – Fotografe em RAW
 

Editar um arquivo JPG no Lightroom ou Photoshop é muito mais limitada que um arquivo RAW. Que o balanço de cores fica menos critico se fotografar em RAW e que as possibilidades criativas ampliam muito mais no formato RAW. O lado negativo é lidar com arquivos bem maiores, mais processo de tratamento, mais manipulação e mais investimento em treinamento pois de nada adianta ter um pincel e tinta e não souber pintar. Usar RAW requer estudo sobre fundamentos da captura da imagem, cor, faixa dinâmica, formatos, etc.
 

6 – Faça um curso básico em uma boa escola de fotografia
 

É preciso investir em conhecimento, cursos básicos em uma escola de fotografia e participar de workshops são ótimos como ponto inicial. Recomendo os presenciais, mas se estiver com a grana curta você pode investir em DVDs, livros e cursos online. Já para tratamento de imagem, recomento cursos de Photoshop e Lightroom.
 

7- Monte um acervo de referências visuais
 

Faça uma pasta no computador e salve as imagens que você admira para ir treinando o olhar. Faça uma subdivisão por temas como contraluz, luz dura, luz suave, high key, paisagem, esporte, bebês, etc. Gaste algum tempo nas imagens pensando como foram feitas, ângulo, tipo de luz, profundidade de campo, etc. Tente reproduzir algumas. Muitos fotógrafos famosos fizeram isto. Além de ser um ótimo exercício vai ajudá-lo a compor seu próprio estilo.
 

8- Entenda que você deve dominar o conhecimento sobre a luz
 

Pode-se pensar que o domínio do equipamento já é o suficiente para obter uma boa imagem. Bom, isto é fundamental, mas é mais importante dominar os tipos de luz produzidas na natureza ou artificiais para poder obter o máximo da fotografia.
 

9 – Faça Network ou morra de fome
 

Sucesso neste ramo é dependente 99% de relacionamento: pessoas que indicam trabalhos, empresas que precisam de fotografia, feitas por profissionais, com frequência e referências boca a boca. A fórmula de sucesso é essa: Faça seu network ou morra de fome!
 

10 – Os 5 Ps de Marketing são importantes mas o foco é no produto
 

Produto, promoção, ponto de venda, preço e pessoas são os famosos 5 pontos de marketing de sucesso. Todos estes pontos são importantes, mas vale ressaltar que produto ruim não deixa mais nenhum fator influenciar ou funcionar. Em resumo, faça algo criativo, de qualidade e que deixe sua entrega final um objeto de desejo, um produto que vale a pena fazer a propaganda ¨boca a boca¨.
 

Felizmente, antes de me tornar um fotógrafo “profissional”, ao fazer alguns cursos de fotografia em lugares bem bacanas, ouvi algumas coisas que me ajudaram quando iniciei na fotografia. Espero estar ajudando quem está buscando dicas antes de começar a carreira de fotógrafo.
 

Fonte: Shutterstock

Gostou do Post?
Dê um CURTIR, COMPARTILHE e faça um COMENTÁRIO:



Layout Marcus Vinicius Pavan | Finalização Lucas Aguilera | Programação Rodrigo Caetano